Os dois erros de Hillary Clinton

Impressão Email Compartilhe Tweet

Conforme a campanha de 2016 se desenvolve, é interessante observar os candidatos em busca de pistas sobre suas políticas alimentares. Até agora, Hillary Clinton cometeu dois erros.

A Wall Street Journal relatado que a equipe de Clinton contratou Wendy Clark, vice-presidente sênior da Coca-cola. Enquanto nosso país luta contra uma epidemia de obesidade, diabetes tipo 2 e outras doenças relacionadas à alimentação, não precisamos de um executivo da Coca sussurrando no ouvido do presumível favorito democrata. E A Coca-Cola deu mais de US $ 5 milhões para a Fundação Clinton.

Discursos também importam. Em 25 de junho de 2014, Clinton deu o discurso para a Organização da Indústria de Biotecnologia e, essencialmente, aprovado colheitas geneticamente modificadas. Ela disse a multidão da biotecnologia: “Sou a favor do uso de sementes e produtos que tenham um histórico comprovado, você diz, e que sejam cientificamente comprováveis ​​[sic] para continuar a tentar argumentar para aqueles que são céticos”.

Até agora, as folhas de chá sugerem que Pronto para Hillary também significa Pronto para Monsanto e para o saguão da obesidade.